Header Ads Widget

Gigantes! Os 10 supercomputadores mais poderosos do mundo



Esses verdadeiros robôs gigantes, processam milhões, bilhões e até mesmo trilhões de informações tudo para que de alguma forma permita a nossa melhor experiência dentro ou fora do ambiente online. Cercado de inúmeros comandos, cada um destes supercomputadores que você vai ver mantém suas funções atribuídas a diferentes utilidades específicas desde o armazenamento de dados até estudos científicos.

Mais antes...

Siga 1001Dúvidas no Facebook
Siga 1001Dúvidas no Instagram
Siga 1001Dúvidas no Twitter

1 – Vulcan


Detalhes exatos sobre quanto dinheiro foi gasto para criar o supercomputador Vulcan nunca foram divulgados, mas é um dos mais poderosos já criados. Atualmente alojado no Laboratório Nacional Lawrence Livermore, o data center possui uma velocidade de processamento de 5 petaflops. (Equivale a...) O que torna o Vulcan único, é que ele pode ser alugado por empresas e organizações para executar determinadas tarefas.

2 – Juqueen


Criado pela popular IBM, o sistema de computadores Juqueen possui 457.752 GB de RAM, consome 2.301 kW de energia e possui uma velocidade de processamento de 5.008 petaflops. É usado pelo Centro de Pesquisa Julich para realizar pesquisas sobre clima, biologia e simular vários eventos.

3 – Debandada


Com um desempenho máximo de 9,6 petaflops, o supercomputador Stampede da Universidade do Texas é capaz de realizar mais de 9 quadrilhões de operações matemáticas por segundo. O instituto alega que eles estão usando o supercomputador para realizar pesquisas fundamentais para ciência e engenharia com uso intensivo de dados.

4 – Shaheen


O Shaheen é o sucessor de um supercomputador muito menos poderoso. Foi concluído em 2011 e pertence à Universidade de Ciência e Tecnologia King Abdullah, na Arábia Saudita, tornando-o o primeiro sistema de computador a entrar nos principais supercomputadores do mundo no Oriente Médio. A equipe de pesquisa está usando Shaheen para apoiar seus esforços científicos e de pesquisa.

5 – Piz Daint


Piz Daint é apenas o segundo supercomputador que faz parte da lista mais poderosa da Europa, junto com a Juqueen. Levando o nome de uma montanha próxima, o supercomputador é usado pelo Centro Nacional de Supercomputação da Suíça para pesquisas sobre HPC.

6 – Mira


Outra supermáquina desenvolvida pela IBM, o Mira é um supercomputador Blue Gene / Q que entrou em operação em 2011. Tem um desempenho de 8,59 petaflops e ocupa 1.632 pés quadrados de espaço, graças ao seu enorme tamanho e número de nós de computador. Com 750 TB de memória, é um dos computadores mais eficientes já fabricados e pertence ao Laboratório Nacional de Argonne para trabalhar em problemas de energia, sismologia, climatologia e química.

7 – K Computer


O K Computer é um supercomputador japonês que leva o nome da palavra “kei”, a palavra japonesa para 10 quadrilhões, pois é o número de operações matemáticas que ele pode realizar em um segundo. Com 80.000 nós separados, possui uma velocidade de pico de 10,51 petaflops e é responsável por uma variedade de tarefas, como pesquisa climática, pesquisa médica e prevenção de desastres.

8 – Sequóia


Embora não pareça nem um pouco tão liso quanto algumas das outras entradas desta lista, o Sequoia é um dos sistemas de computador mais poderosos do mundo. Ele está alojado no Laboratório Nacional Lawrence Livermore e geralmente trabalha ao lado de Vulcan em uma variedade de projetos de pesquisa e problemas científicos.

9 РTiṭ


O Titan é o supercomputador mais poderoso atualmente em operação nos Estados Unidos. Construído no Laboratório Nacional de Oak Ridge, possui uma velocidade de processamento de poderosos 17,59 petaflops, permitindo realizar quase 18 quadrilhões operações matemática por segundo. Os pesquisadores usam o supercomputador para investigar problemas científicos, abastecer combustíveis e realizar simulações em química e meteorologia.

10 – Tianhe-2


O Tianhe-2 passou quase cinco anos como o supercomputador mais poderoso do mundo e é improvável que seja derrotado em breve. Pode atingir um desempenho máximo de 33,86 petaflops, quase o dobro do Titan, e poderia ter sido ainda mais rápido se os EUA não tivessem bloqueado a exportação de processadores Intel. O que exatamente é usado é desconhecido, pois o governo chinês revelou muito pouco sobre suas operações.

Comentar

Comentar...

Postagem Anterior Próxima Postagem